9.4.09

Brains!



Cá estou eu em mais um capítulo da minha epopéia médica. Uma inflamação da meninge sem causa conhecida, que provoca uma dor de cabeça dos infernos, e eventuais problemas motores temporários, uma paralisia do nervo ótico alí, da língua aqui, de algum movimentos das pernas... Mas o pior é a dor de cabeça, e saber que o único remédio eficiente são os opiáceos, que os médicos morrem de medo de receitar pois tem o estigma de drogas viciantes. Porra, antes um viciado feliz que um careta com uma dor insuportável! Se continuar assim vocês vão acabar me achando numa casa de ópio da Tailândia!

2 comentários:

Andrea disse...

quer dizer que voce, maior e vacinado nao pode decidir entre uma aspirina,um suco de jabuticaba ou uma papola(papavero)???

Aritanã disse...

Ora, Andrea, não seja injusta, nenhum médico me disse que eu não posso cometer suicídio, ou me congelar até acharem uma cura para o preconceito dos médicos. Também existe a possibilidade, como sugeriu Caetano em Janelas Abertas nº2:
"Sim, eu poderia em cada quarto rever a mobília
Em cada um matar um membro da família"
catar a herança e viver em uma praça em Amsterdam...